Prefeitura Municipal de Sao Caetano do Sul Home - Página Inicial Busca Fale com a Prefeitura
Home Busca Avaçada Fale com a Prefeitura
Secretarias:

Busca
busca avançada

Valid XHTML 1.0 Transitional

seta home noticias Notícias icone icone

Fundação Anne Sullivan é entregue reformada pela Prefeitura de São Caetano

Um espaço mais acessível, seguro e confortável para o atendimento de crianças e adolescentes com necessidades especiais, além de muito mais bonito e colorido. Desta forma diversos pais de alunos da Fundação Anne Sullivan, de São Caetano do Sul, resumiram como ficou a sede da entidade depois da grande reforma entregue na tarde desta quarta-feira (16/3) pela Prefeitura. E não faltaram sorrisos e alegria entre alguns dos jovens atendidos que marcaram presença com suas famílias no evento, ocorrido no novo espaço de convivência da Fundação.

 

“Meu filho, que tem autismo, adora estudar aqui. A Anne Sullivan mudou muito depois desta reforma, ficou bem mais bonita”, elogiou Rosimeire Maria Oliveira da Silva, mãe do aluno Josafá, de 13 anos. Assim como ela, os pais e familiares dos estudantes aproveitaram a entrega da revitalização da unidade para conhecer os novos espaços e ver de perto as novidades – que não são poucas, depois da maior reforma realizada pela Prefeitura na sede da Fundação em seus 34 anos de funcionamento. As alterações vão desde a construção do espaço de convivência até a troca dos pisos e o nivelamento dos vários ambientes da escola.

 

O prefeito de São Caetano destacou a importância singular da entrega da Fundação Anne Sullivan revitalizada. “Este é um momento especial em meus quase sete anos como prefeito. O clima de emoção e acolhimento dos jovens e funcionários, além da alegria expressa pelos pais, fala por si só em relação a esta obra que inauguramos hoje. A Prefeitura tem trabalhado muito na questão da pessoa com deficiência – por este motivo criamos a Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida (Sedef) e trouxemos a Lilian Cristina Fernandes, que trabalha há décadas na área, para nos auxiliar com seus conhecimentos.”

 

O chefe do Executivo sancaetanense ressaltou a necessidade do envolvimento de toda a sociedade para que São Caetano consiga promover uma maior inclusão das pessoas com deficiências. “E foi com o intuito de facilitar a locomoção de nossos jovens com necessidades especiais que criamos o Mover, um novo modelo de transporte públicos escolar para pessoas com deficiência. As inscrições para participar vão ser abertas na próxima segunda-feira, dia 21, no Atende Fácil”, informou.

 

Inclusão – A Fundação Anne Sullivan, localizada no Bairro Santa Maria, é um centro de referência e excelência na educação inclusiva e atendimento clínico a jovens com necessidades especiais, sendo reconhecida internacionalmente por sua atuação nas áreas de surdez, surdocegueira, paralisia cerebral e autismo infantil. Para a secretária da Sedef, a instituição tem uma função muito importante no apoio aos deficientes e suas famílias. “Quando nasce uma criança com deficiência, muitas famílias se desestruturam. Mas quando elas têm acesso a um local de excelência como este, onde impera o amor e respeito pelas crianças e famílias, as pessoas percebem que não são as únicas com este problema e conseguem forças para prosseguir.”

 

A secretária municipal da Educação também saudou o “trabalho sério e o carinho” da direção e funcionários da Fundação Anne Sullivan, que além do atendimento às crianças e jovens deficientes também orientam e capacitam toda a rede escolar de São Caetano para que a inclusão nas escolas seja efetiva e proveitosa. “Hoje temos uma integração muito grande entre as diversas áreas da Prefeitura, sempre pensando no melhor atendimento à pessoa com deficiência”, afirmou.

 

Reforma – A diretora da Fundação Anne Sullivan, Adriana Gomes da Fonseca, não poupou agradecimentos ao empenho da Prefeitura em melhorar as condições de atendimento da instituição. “Agora temos um ambiente mais acolhedor, alegre e, principalmente, propício a uma educação inclusiva. Isto é fruto do olhar atencioso do prefeito José Auricchio Júnior, que em suas ações sempre busca garantir uma educação de qualidade para todos na cidade”, elogiou. Adriana justificou o belo trabalho realizado por todos na Fundação Anne Sullivan como uma prova da “crença no ser humano e em sua capacidade de superação”. “Temos um compromisso de fazer com que esta obra seja usada em benefício da educação de nossos educandos”, concluiu. 

 

A grande reforma realizada pela Prefeitura possibilitou a impermeabilização completa da cobertura; pintura interna e externa; troca de todas as esquadrias internas; troca de todo o piso da escola, garantindo acessibilidade plena; novo paisagismo interno; construção de pátio coberto com piso de borracha; nova quadra; hidráulica nova; revisão elétrica completa; readequação de salas de aula e troca de divisórias por alvenaria; adaptação de dois trocadores para adultos; reforma dos banheiros existentes; dois conjuntos de banheiros novos, incluindo banheiros para pessoas com necessidades especiais.

 

A remodelação da sede da Fundação Anne Sullivan não parou por aí. A instituição ganhou ainda nova caixa d’água; nova área de embarque e desembarque; nova comunicação visual; instalação de forro de gesso em todas as classes; novas luminárias em todas as classes; nova drenagem e captação pluvial; reforma completa da cozinha; construção de despensa e lavanderia.

 

Atuação – A Clínica de Atendimento Terapêutico da Fundação Anne Sullivan atende por mês entre 150 e 180 alunos da rede regular de ensino que têm comprometimento no desenvolvimento. Já a escola da instituição atende cerca de 50 crianças e jovens que necessitam de currículo diferenciado para que possam desenvolver sua autonomia e funcionalidade. “As crianças de inclusão são acompanhadas por nossa equipe, que também dá suporte aos educadores das escolas municipais. Em São Caetano do Sul nós fazemos a inclusão com responsabilidade”, ressalta Adriana Gomes da Fonseca.

 

A Fundação Anne Sullivan conta com profissionais na área de Assistência Social, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Psicologia, Fonoaudiologia e Psicopedagogia. Criada em 1977, a instituição mantém intercâmbios com entidades dos Estados Unidos, Argentina, Inglaterra e Espanha para a troca de informações sobre estudos e tratamentos clínicos.