Notícias

Prefeitura de São Caetano recebe ‘carta de reivindicações’ de alunos da Educação Infantil do Colégio Arbos

Por 
em 23/10/2018
Prefeitura de São Caetano recebe ‘carta de reivindicações’ de alunos da Educação Infantil do Colégio Arbos Divulgação/PMSCS

Trinta e cinco alunos do Colégio Arbos, com idades entre 4 e 5 anos, estiveram, nesta segunda-feira (22/10), na sede da Prefeitura de São Caetano do Sul. A visita é parte de um projeto que envolve as crianças, a equipe pedagógica e os pais sobre o problema do lixo descartado indevidamente nas ruas.

Os estudantes foram até o Gabinete do Prefeito para conversar pessoalmente com o chefe do Executivo. Ele os recebeu com entusiasmo: “Estou muito feliz por vocês terem vindo até a Prefeitura. Vocês estão cuidando muito bem da nossa cidade porque estão aprendendo o que tem de errado para poder torná-la melhor e, assim, contribuir com todo o planeta.”

Conforme explicou a coordenadora pedagógica infantil do Colégio, Ana Paula Tumonis, o projeto começou com uma expedição para recolher elementos da natureza no quarteirão da escola, parques e praças, como pedras, folhas, flores, galhos, sementes, e transformá-los, posteriormente, em instrumentos e obras de arte. “Durante as discussões sobre o trabalho, as crianças observaram lixo espalhado nas ruas e que não havia lixeiras por perto. Assim, surgiu a ideia de conversarmos com o prefeito para nos ajudar a cuidar da nossa cidade”, disse Ana Paula.

Os alunos levaram uma carta à Prefeitura onde contam sobre o passeio em volta da escola e sobre o problema do lixo nas ruas, finalizando com um pedido ao chefe do Executivo para a instalação de lixeiras na calçada da escola. Ouvindo atentamente,o prefeito acatou prontamente o pedido.

O prefeito frisou não somente sobre a importância de dar a destinação correta ao material descartado, mas, principalmente, sobre manter os equipamentos conservados. Em um só final de semana, cerca de 20% das lixeiras instaladas na cidade são vandalizadas: “Falem para todas as pessoas que vocês conhecem que joguem o lixo no lugar certo e que não estraguem as lixeiras”, orientou aos pequenos estudantes.

 

Compartilhe: