Notícias
Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 992

Tecnologia nas escolas estimula aprendizado em São Caetano

Por 
em 24/05/2016
Tecnologia nas escolas estimula aprendizado em São Caetano Foto: Alexandre Yort/PMSCS

A rede municipal de Educação de São Caetano do Sul não mede esforços para oferecer aos seus mais de 21 mil estudantes um ensino de qualidade reconhecida em todo o País. E para atingir este objetivo a Prefeitura realiza grandes investimentos para garantir aos alunos acesso às ferramentas necessárias para seu pleno desenvolvimento: um exemplo disso é a utilização da tecnologia nas escolas, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio.

As 61 escolas municipais de São Caetano estão equipadas com diversas ferramentas tecnológicas que funcionam como suporte às práticas pedagógicas dos educadores da rede. São mesas de alfabetização e jogos eletrônicos lúdicos para as crianças menores, além de netbooks, tablets e lousas digitais em todas as salas de aula dos ensinos Fundamental e Médio. Com estes dispositivos os professores ganham novas possibilidades para desenvolverem atividades e aulas cativantes para os alunos.

O contato dos estudantes de São Caetano com a tecnologia nas escolas começa na infância. Mesmo na Educação Infantil as crianças ampliam seus horizontes em atividades que contam com ferramentas que estimulam a concentração e facilitam o processo de alfabetização e aprendizado. Tudo de forma lúdica e natural para uma geração acostumada ao uso da tecnologia desde muito cedo.

Na Escola Municipal Integrada (EMI) EMI Alice Pina Bernardes, no Bairro Fundação, que atende crianças de quatro meses a três anos de idade em período integral, os recursos tecnológicos estão presentes. “A gente usa a lousa digital para exibir filmes e documentários para os alunos. Ela também é muito útil nas formações com professores e auxiliares de primeira infância”, explica a diretora Paula Regiane Bertocco dos Santos.

Conforme as crianças vão crescendo, aumenta o número de ferramentas tecnológicas disponíveis para elas nas escolas municipais sulsancaetanenses. Nos anos finais da Educação Infantil e no 1º ano do Ensino Fundamental, recursos como as mesas educacionais TOQ (que funciona como uma espécie de tablet gigante) e Alfabeto (com blocos de letras para formar palavras) auxiliam os alunos a desenvolverem a leitura e escrita de forma lúdica e divertida.

“As crianças ficam empolgadas com o uso das tecnologias na escola”, destaca a professora Érika Gimenes Castiglioni, que dá aula para alunos do 1º ano da EMEF Prof.ª Eda Mantoanelli, no Bairro Santa Maria. “A Mesa TOQ e a Mesa Alfabeto focam bastante na alfabetização, ajudando as crianças a avançarem na hipótese da escrita. Elas gostam muito, porque aprendem se divertindo, brincando.”

Netbooks e lousas digitais – No Ensino Fundamental e Médio, o destaque na informatização das escolas municipais de São Caetano fica a cargo das lousas digitais, presentes em todas as salas de aulas e repletas de possibilidades de interação por professores e alunos, e os netbooks, também disponibilizados pela Prefeitura para os estudantes – em 2015 foram entregues mais de 6.300 aparelhos para o uso em sala de aula, além da doação de 869 para os jovens que concluíram o 9º ano do Fundamental em 2014.

“Os alunos utilizam tablets e netbooks para fazer pesquisas em sala de aula e também para simulados de provas, em diversas disciplinas”, informa o professor de Informática Helton de Andrade Silva, da EMEF Prof.ª Eda Mantoanelli. “Já as aulas de Informática e Robótica são um complemento pedagógico”, completa. O envolvimento dos alunos com as atividades envolvendo tecnologia é grande, tanto que muitos participam com destaque de competições de robótica ou criação de aplicativos de celular, por exemplo.

“Quando utilizamos a tecnologia os alunos têm maior interesse pela aula, que se torna mais estimulante. Eles aprendem brincando e querem participar ativamente, o que é uma boa característica desta geração: eles sabem trabalhar em grupo”, afirma Roberto Gallo, professor de Matemática da EMEF 28 de Julho, do Bairro Barcelona, que faz grande utilização dos recursos tecnológicos. “Todo mundo quer participar quando a atividade é com a lousa digital.”

Em uma aula sobre números primos para alunos do 6º ano, o professor utilizou a lousa digital para ensinar os conceitos matemáticos de forma lúdica, com jogos interativos. A reação dos estudantes foi a melhor possível, com muita atenção e participação – não faltaram voluntários para responder as questões na versão moderna dos antigos (e normalmente temidos) quadros negros. “Não dá mais para ficarmos presos àquelas aulas de antigamente. Eu busco utilizar todos os recursos que São Caetano proporciona aos alunos”, conclui Roberto Gallo.

Investimento – A Prefeitura de São Caetano realiza um grande esforço orçamentário para oferecer aos alunos um ensino de qualidade: a previsão da administração é investir mais de R$ 311 milhões na área em 2016. “A melhoria constante da qualidade do ensino em nossas escolas é um compromisso de minha administração. Por este motivo investimos tanto para oferecer tecnologia nas escolas, como forma de estimular os alunos e auxiliar os professores no processo educacional”, destaca o prefeito Paulo Pinheiro.

A secretária municipal de Educação, Ivone Braido Voltarelli, informa que as escolas de São Caetano estão equipadas para preparar os estudantes para o mercado de trabalho. “A tecnologia que disponibilizamos nas escolas municipais sulsancaetanenses coloca nossos alunos em situação de igualdade com os jovens de qualquer escola privada. Mas essas ferramentas nunca vão se sobrepor ao trabalho de nossos professores – elas são recursos para ajudá-los em sua tarefa de levar conhecimento aos nossos estudantes.”

Compartilhe: