a7c44a487670d0fce3dfc6323eca9c09.jpg
Notícias
Featured Item Background

Campanha Setembro Amarelo

em 01/09/2017

setembro amarelo - paço

 

São Caetano do Sul realiza a campanha Setembro Amarelo de prevenção do suicídio

 A cada 45 minutos um brasileiro morre vítima de suicídio. Para ajudar a reduzir essa triste estatística, durante setembro, mês da campanha mundial de prevenção do suicídio, a Prefeitura de São Caetano do Sul promoverá uma série de ações de conscientização, em parceria com o CVV (Centro de Valorização da Vida). 

A cor amarela, que simboliza, a campanha já ilumina marcos arquitetônicos da cidade, e laços de fita são usados pelos funcionários de toda a rede municipal de saúde, para alertar a população sobre a necessidade de se falar sobre o tema.

 “Falar é a melhor solução” é o tema da campanha em 2017.Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), nove em cada 10 casos de suicídio poderiam ser evitados se a população estivesse ciente dos sinais de alerta e disposta a oferecer ajuda à pessoa que nutre a intenção de se matar. Hoje, o suicídio é um mal silencioso.

 Por isso, dentre as ações adotadas pela Prefeitura no Setembro Amarelo, haverá palestras, debates e distribuição de folhetos informativos do CVV:

 - 10/09: sessão de cinema (Cine Ser CVV) “O Silêncio de Melinda”, às 16h, com entrada gratuita na unidade do CVV da Rua Marechal Deodoro, 70, Bairro Santa Paula;

13/09: roda de conversa na Praça Di Thiene, Bairro Santa Paula, das 11h às 13h, com pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS);
15/09: mesa redonda no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Bairro Nova Gerty (Rua Nelly Pellegrino, 930), às 15h, em parceria com Grupo de Amigos Samaritanos;
17/09: caminhada, a partir das 10 horas, partindo do Heliponto do Espaço Verde Chico Mendes (Bairro Barcelona), com distribuição de folheto informativo elaborado pelo CVV;

21/09: IV Seminário de Prevenção ao Suicídio, às 20h, no Cecape Auditório Zilda Arns (rua Tapajós, 300, Bairro Barcelona). O tema da palestra será “Doe um minuto, mude uma vida” e terá como palestrantes Maria Fernanda Favaro, psiquiatra da Unidade de Atenção à Criança e Adolescência da Prefeitura de São Caetano do Sul; Karol Crepaldi, terapeuta ocupacional e professora da Faculdade de Medicina do ABC; e Robert Gellert Paris, presidente do CVV. O mediador será o jornalista Humberto Pastore.

 OS SINAIS DE ALERTA E COMO AJUDAR

Um adolescente que começa a se isolar, ou fica rebelde e agressivo e sofre queda de rendimento escolar. Um adulto que demonstra queda de rendimento no trabalho e começa a abusar de álcool, remédios para dormir ou outras drogas. Tais mudanças de comportamento podem significar um sofrimento psicológico que não pode passar em branco. A principal ajuda é a escuta, se a pessoa que está sofrendo demonstrar o desejo de se expressar. E, se ela consentir, encaminhá-la para um serviço de assistência voluntária ou profissional, como o CVV ou a rede de saúde municipal. Confira alguns endereços em São Caetano do Sul:

 

 CVV (Centro de Valorização da Vida – São Caetano): R. Marechal Deodoro, 70 - Bairro Santa Paula, São Caetano do Sul – SP, telefone 141 (24 horas) ou pelo site www.cvv.org.br (com chat, skype e e-mail). Telefone: 4228-4111.

USCA (Unidade de Saúde da Criança e do Adolescente): R. Goitacazes, 301 - Centro. Telefone: 4224-4958.

CAPS (Centro de Atenção Psicossocial): Rua dos Castores, 60, Bairro Mauá. Telefone: 4224-5173.

Compartilhe: