a7c44a487670d0fce3dfc6323eca9c09.jpg
Notícias
Featured Item Background

Visita Técnica: Hosp. Albert Sabin

em 27/01/2017

Visita técnica constata:

Visita Técnica Albert Sabin

 

Na tarde desta terça-feira (24), o prefeito de São Caetano do Sul e a secretária municipal de Saúde realizaram visita técnica ao Hospital de Emergências Albert Sabin. A intenção foi verificar as atuais condições do local, em termos de infraestrutura e qualidade no atendimento. Foi constatada a necessidade de urgente reforma e readequação de espaços.

A visitação foi orientada pela equipe médica diretiva do Hospital. O grupo circulou por todas as alas, desde recepção até as salas de medicação, internação e UTI, além das áreas dedicadas ao administrativo e acomodação de médicos e funcionários.

“A realidade encontrada nos deixa preocupados e chateados, afinal esta é uma unidade relativamente nova, inaugurada em 2008, e de grande importância estratégica na Saúde. O hospital está totalmente precarizado, sem nenhum grau de manutenção, a um nível quase proibitivo de uso”, afirmou o prefeito José Auricchio Júnior, a respeito da situação estrutural.

Já em termos de equipe, a secretária Regina Maura Zetone elogiou o quadro. “A equipe é suficiente e muito boa, com profissionais dedicados e competentes, e com uma diretoria forte. Precisamos de algum reforço em poucas áreas”, disse Regina.

REFORMA

Como resultado das observações, constatou-se a real e urgente necessidade de reforma do Hospital. “É imperativo que se resolva”, determinou o prefeito. O próximo passo será encontrar uma solução financeira. “Temos aqui uma demanda urgente e grave. Vamos reunir as Secretarias de Saúde e da Fazenda para vermos a possibilidade de uma verba emergencial”, explicou Auricchio.

Para evitar o desconforto de uma reforma ao mesmo tempo em que se realiza os atendimentos médicos, a ideia é levar todos os serviços do Albert Sabin temporariamente para o Hospital São Caetano, que funcionaria 24 horas durante o período de obras.


“Vamos estudar essa alternativa, assim conseguiríamos uma obra mais rápida, direcionada e menos incômoda para os pacientes”, disse o prefeito. O prazo para início só será determinado após resolvida a questão financeira da obra.

Compartilhe:

Últimas notícias