Foto: Divulgação / GM

São Caetano do Sul obteve os melhores índices do Grande ABC na geração de empregos formais no primeiro mês de 2021, segundo pesquisa divulgada pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) nesta semana.

 

São Caetano teve um saldo positivo de 723 postos de trabalho - 4.327 admissões em janeiro, perante 3.604 demissões. Com esses números, São Caetano soma 110.361 empregos formais e recupera, em sua totalidade, os postos de trabalho fechados desde o início da pandemia.

 

“Nosso foco está voltado em salvar vidas, mas, também, em preservar o emprego para que os nossos moradores continuem tendo condições de colocar comida na mesa. São duas frentes que requerem dedicação integral da gestão pública. Os dados nos mostram que o trabalho da Prefeitura pela preservação e atração do emprego tem contribuído para a retomada econômica de São Caetano”, afirma o prefeito Tite Campanella.

 

O destaque da análise ficou para o setor da Indústria, que teve variação significativa de 2,19% (310 vagas), seguido da construção civil, com aumento de 1,77% ( 174 vagas) e de serviços, com 0,49% (332 vagas). Os números mostram que a economia de São Caetano dá fortes sinais de recuperação, em meio às ações de combate à proliferação do coronavirus.

 

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo, Tecnologia e Inovação (Sedeti), Fernando Trincado, os dados de geração de empregos, somados a outros indicadores econômicos, indicam para um vetor de recuperação da economia local.

 

“Nesta análise das informações do Caged , damos destaque ao industrial, muito importante para nossa economia. São postos de trabalho com mais exigências de qualificação, que proporcionam maior média de remuneração”, explica Trincado.