Texto: Eliane Parmezani MTb 48.006/Secult PMSCS

Fotos: Secult /PMSCS

 

O Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, terá uma série de atrações culturais e artísticas em São Caetano do Sul. No sábado e domingo (19 e 20/11), a 3º Feira Cultural AfroSanca será realizada, pela primeira vez, no Espaço Verde Chico Mendes: Avenida Fernando Simonsen, 566, bairro Cerâmica. O evento acontece das 10h às 18h, com entrada solidária: o público contribui com 1 kg de alimento não perecível.

A atividade é organizada pela Prefeitura de São Caetano do Sul, por meio do Conselho Municipal da Comunidade Negra (CONESCS), da Secretaria de Cultura e o apoio do SESC SP. A 3º Feira Cultural AfroSanca foi contemplada na Chamada Pública Tradição SP / Juntos pela Cultura, da organização social Amigos da Arte e Governo do Estado de São Paulo.

O objetivo é celebrar os costumes e tradições da cultura negra e da comunidade afrodescendente em São Caetano, fomentando o afroempreendedorismo e as manifestações artísticas da comunidade negra sulsancaetanense e da região.

De acordo com a idealizadora da feira AfroSanca e atual vice-presidente do CONESCS, Andréia Miguel Pinto: “Com o incentivo do Governo do Estado de São Paulo via edital público e em um novo espaço (o parque Chico Mendes), mais amplo e com maior circulação de pessoas, a nova edição da Feira chega ampliada, com uma rica programação cultural enaltecendo as tradições e costumes dos povos africanos, trabalhando no combate ao racismo por meio da informação e do conhecimento.”

O evento terá shows musicais de nomes como Graça Cunha (jazz), Samba de Dandara e Raquel Tobias, os sambistas Birinha, Laura Andrade e Márcio Art (ex integrante do grupo Art Popular), danças típicas, vivências e manifestações da cultura popular dos povos africanos e afrodescendentes (capoeira, coco de roda, maculelê, puxada de rede) oficinas de maracatu, hip hop, samba rock, graffiti, entre outras.

Haverá exposição de instrumentos musicais confeccionados por alunos do programa Oficinas Culturais, da Secretaria de Cultura: xequerê, berimbau e pandeiro. E ainda: apresentação do Bloco Afro Ilú Oba De Min, formado apenas por mulheres. Além de roupas e acessórios típicos. As atrações são gratuitas e livres para todos os públicos. No espaço gastronômico, os visitantes poderão saborear acarajé, tapioca, espetinhos, lanches, chopps artesanais, entre outras iguarias. 

A programação do evento ficará disponível na Agenda Cultural, pelo site cultura.saocaetanodosul.sp.gov.br e no perfil de Instagram @culturasaocaetano.