Foto: Letícia Teixeira / PMSCS (foto feita antes da pandemia)

 

Por meio da portaria 776/22, publicada no Diário Oficial Eletrônico desta quinta-feira (10/3), a Prefeitura de São Caetano do Sul constituiu um grupo de trabalho para elaboração da Política Municipal de Educação Especial. “São Caetano é uma cidade que acredita na educação inclusiva e vamos aprimorar o trabalho realizado por nossas escolas para garantir o direito de toda criança a ter uma educação de qualidade”, declara o prefeito.

“A Política Municipal de Educação Especial é muito importante porque organiza todos os serviços que temos em nossas escolas para o atendimento de estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, na Educação Básica, em todas as suas etapas”, esclarece a secretária de Educação .

O grupo de trabalho incumbido de elaborar a política que norteará todas as ações da Educação Inclusiva nas escolas do município foi composto por profissionais da Secretaria da Educação (Seeduc), Saúde (Sesaud), Assistência e Inclusão Social (Seais) e Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência ou com Mobilidade Reduzida (Sedef): 

- Alice Stephanie Muniz Augusto Ramos – Sedef; 

- Chirstiane Laporta Minciotti – Sesaud; 

- Marilia Felismino Pinto – Seais; 

- Paloma Ros Salvador Sanches – Seeduc; 

- Patrícia Aparecida David – Seeduc;

 - Renata Helene Ferreira Campos – Seeduc; 

- Rosângela Catarina da Costa Estrella – Sedef; 

- Simone Borges da Silva Camargo – Seeduc.

 

Esses profissionais farão uma avaliação do funcionamento atual da educação especial no município e terão a incumbência de redigir a Política Municipal de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva, assim como possíveis normas complementares específicas. O grupo também poderá realizar consultas públicas como maneira de democratizar a construção da Política Municipal de Educação Especial e deverá, no prazo de 60 dias, apresentar os documentos contendo as conclusões alcançadas.