O prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior, inaugurou nesta quarta-feira (10/8), o CER IV (Centro Especializado de Reabilitação). O evento, realizado no Cecape (Centro de Capacitação de Profissionais da Educação) Drª Zilda Arns, reuniu mais de 250 pessoas. O município, habilitado pelo Ministério da Saúde para reabilitação visual e auditiva, amplia o atendimento contando agora com quatro modalidades de reabilitação: intelectual, física, auditiva e visual.

O número de pacientes atendidos pela Apae passará de 200 para, no mínimo, 700 ao mês e, os procedimentos também serão ampliados passando de 3 mil, para, no mínimo, 6.195 ao mês. “Ao passar pela prefeitura pela quarta vez eu tenho o sentimento de que estamos em uma caminhada propositiva e produtiva no tema da pessoa com deficiência. Ao longo dos anos o debate se intensificou, o avanço da ciência se tornou um diferencial e tive a oportunidade de conviver com grandes gestores que tinham em seu norte esse tema e pudemos desenvolver muita coisa em nosso município. Fomos a primeira cidade da Região Metropolitana a ter uma secretaria para cuidar do tema, fundada em 2009, a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida. Dr. Cristiano foi uma das pessoas que mais se dedicaram a essa causa, de forma técnica e comprometida. Junto com a Regina, reproduziram um centro (CTNEN - Centro de Triagem Neonatal e Estimulação Neurossensorial) que só tinha em Campinas. Fomos a segunda cidade da Região Metropolitana a ter um espaço para diagnosticar de forma precoce diversas doenças raras e transtornos de aprendizagem”, explicou Auricchio.

“A secretaria de Saúde não mede esforços desde há muito tempo para fazer esse tipo de atendimento. Começamos pequenos, por volta de 2010, na USCA (Unidade de Saúde da Criança e do Adolescente) com avaliação neurossensorial e intervenção com algumas crianças. Em 2011, inauguramos o CTNEN e, desde então, nossas ações só cresceram. Agregamos diversos profissionais especializados trazendo qualidade ao atendimento. Hoje, com a perspectiva da criação do Complexo da Pessoa com Deficiência, vamos avançar ainda mais. Temos uma grande equipe que nos auxilia na governança de toda essa engrenagem que tem que funcionar: a Apae com a gestão do CER IV, o CTNEN e a Sedef”, destacou a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.  

O coordenador do CTNEN, Cristiano Gomes, realizou uma palestra aos presentes informando todo o fluxo de atendimento e protocolos de encaminhamento para cada especialidade atendida. Além disso, falou sobre Início do Aprendiz 2022 (Grupo de Apoio aos Pais de Crianças e Adolescentes com Deficiência e Transtornos), programa lançado em 2012 que foi reorganizado e será relançado atendendo uma solicitação de um grupo de pais e mães através da entidade IASM (Instituto Amor Sem Medidas), que também prestigiou o evento.

“A qualidade de nossos serviços é reflexo do trabalho que nossa equipe desenvolve há 11 anos. Vamos aprofundar, cada vez mais, o debate e o tema da inclusão. São Caetano é uma cidade reconhecida por todo trabalho que faz nessa área. Mais uma vez, estamos inovando com novos fluxos de atendimentos e o sistema de referência que deixará de utilizar as Guias de Autorização de Procedimentos Especiais e passará a ser eletrônico, otimizando tempo”, destacou Cristiano. 

Durante o evento, o prefeito também anunciou que até o final de 2023 será entregue o Complexo da Pessoa com Deficiência, obra que deve ser iniciada ainda este ano. “São Caetano teve uma evolução galopante nesse segmento. Nosso compromisso começou desde o momento que decidimos municipalizar a educação trazendo a inclusão para rede. Temos comprometimento e a prática para fortalecer ainda mais a causa na cidade”, finalizou Auricchio.