Foto: Eric Romero / PMSCS

A Prefeitura de São Caetano do Sul capacitou 200 agentes comunitários de saúde para o atendimento de vítimas de violência doméstica. A iniciativa teve a participação do coordenador dos agentes, Fábio Pawlyszyn, e palestras da advogada especialista em violência doméstica Maria Aparecida da Silva.

Os encontros ocorreram nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) João Bonaparte, no Bairro Santa Paula, e Dolores Massei, no Bairro São José. O público foi formado por agentes comunitários de saúde, auxiliares de apoio sanitário e toda a equipe da ESF (Estratégia Saúde da Família).

“O assunto é abrangente. Tem como foco a identificação do ato de violência, conhecimento dos fluxos para orientar as vítimas, que são em maior parte mulheres e idosos. Abordamos temas como conhecimento da lei e todos os recursos para preservar e abrigar a vítima, inclusive programa de reabilitação para o agressor, fornecendo momento de reflexão e de mudança comportamental”, ressaltou Pawlyszyn.