Foto: Divulgação / PMSCS

O prefeito de São Caetano do Sul, Tite Campanella, esteve nesta segunda-feira (20/9), no Cecape (Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação) Drª Zilda Arns, onde recepcionou os contemplados com o Programa Bolsa Trabalho, que passarão a trabalhar nas escolas municipais.

Neste período, as pessoas trabalharão 4 horas por dia, cinco dias por semana, recebendo auxílio de R$ 535 mensais, pagos pelo Governo do Estado. Os contemplados iniciam o trabalho nas escolas nesta terça-feira (21).

O evento aconteceu no Cecape (Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação) Drª Zilda Arns, e contou com as presenças também de secretários e vereadores. O prefeito deu as boas-vindas aos contemplados e ressaltou a importância da parceria entre Prefeitura e Governo do Estado.

“É muito gratificante estar aqui, no início de mais uma ação voltada à criação de empregos, mais um projeto de trabalho. Lembrando que abrimos mil vagas com o Programa Mais Oportunidade. São cada vez mais opções de empregos aos nossos moradores", ressaltou o chefe do Executivo. “Em São Caetano, a retomada econômica já é realidade”, concluiu.

“Projetamos as parcerias, como essa com o Estado, com a intenção de oferecer cada vez mais vagas de empregos para nossa população”, salientou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo, Tecnologia e Inovação (Sedeti), Thiago Tortorello, destacando que o Portal do Emprego de São Caetano tem oferecido cerca de 200 vagas semanais.

 

CRACHÁS

Dos 60 contemplados, três receberam de forma simbólica os crachás do Bolsa Trabalho: Damiana Soares Lacerda, Maria Inês de Souza e Nilton Carlos Cardoso.

Damiana, 44 anos e moradora do Bairro Olímpico, é cozinheira e estava desempregada há 4 meses. “Para mim, e acredito que para todos que estão aqui hoje, é uma oportunidade incrível pelo momento que passamos há mais de um ano. É muito gratificante e darei o meu melhor para continuar após estes cinco meses”, afirmou.

 

PROGRAMA

A quantidade de 60 vagas disponibilizadas a São Caetano foi direcionada pelo Governo do Estado, que considerou o índice de vulnerabilidade social da população e projetos de desenvolvimento local. Os cidadãos inscritos foram selecionados conforme parâmetros do questionário socioeconômico, com prioridade para mulheres arrimo de família, maiores encargos familiares, tempo de desemprego e maior idade. 

Além da prestação de serviços, os selecionados para o Bolsa Trabalho realizarão curso de qualificação profissional e receberão apoio à empregabilidade, por meio dos PATs (Postos de Atendimento ao Trabalhador). Os cursos são Auxiliar de Controle e Estoque; Gestão Administrativa; Gestão de Pessoas; Organização de Eventos; Rotinas Administrativas; Secretariado e Recepção, e EJA (Educação de Jovens e Adultos) para pessoas que possuem o Ensino Fundamental incompleto.