Foto: Divulgação / PMSCS

A Prefeitura de São Caetano do Sul, por meio da SELJ (Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude), reformulou o PEC (Programa Esportivo Comunitário), que atende mais de 18 mil pessoas a partir dos 6 anos, e criou o esporte global, especificamente para crianças iniciantes.

A denominação deve-se ao fato de que, normalmente, os pais inscrevem a criança para fazer um esporte específico, como futebol ou atletismo, por exemplo. No entanto, pode acontecer de a criança ter gosto ou aptidão por realizar um outro esporte. Aí é que entra a reformulação criada por coordenadores da secretaria, visando apresentar o maior número possível de práticas esportivas aos alunos.

O secretário da SELJ, Mauro Chekin, ressaltou o trabalho realizado. “São Caetano sempre cuidou do Esporte com carinho, respeito e gestão. Agora, que estamos nos aproximando do pós-pandemia, vamos retornar aos patamares que sempre estivemos”, resumiu Chekin.

 

PRATAS DA CASA NO ALTO RENDIMENTO

Os amantes do esporte de São Caetano do Sul têm à disposição 45 modalidades gratuitas para se exercitar. Este é o PEC. Já são mais de 18 mil moradores inscritos, de todas as idades.

Rodrigo Cristiano Machado, de 44 anos, nascido em São Caetano e aluno da natação do PEC, é campeão mundial de transplantados, tendo conquistado cinco medalhas no XXI Campeonato Mundial de Transplantados, disputado em Málaga, na Espanha, em 2017. Machado ganhou o ouro nos 100 metros livre e nos 100 metros costas, e a prata nos 50 metros costas, nos 200 metros livre e nos 200 metros medley.

Já a atleta de taekwondo Milena Titoneli é uma das representantes de São Caetano e do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Milena iniciou no PEC em 2014, e já conquistou o ouro no Mundial Militar do Rio de Janeiro (2018); no Pan-Americano do México (2021); no Rio Open (2015); no US Open (2019); no Aberto da China (2019); no Aberto de Helsingborg e no Pré-Olímpico, além do bronze no Mundial de Manchester, na Inglaterra (2019).

São Caetano tem grandes atletas forjados no PEC, como Vinicius Garcia Silva (handebol), Laura Watanabe (tênis de mesa), Arthur Zanetti (ginástica) e Olamipo Breno da Silva Ladipo (atletismo). Além destes, há jogadoras de vôlei, medalhas de prata nos Jogos Olímpicos: Macris, Fernanda Garay, Carol Gattaz, Camila Brait, Rosamaria e Ana Cristina.