Foto: Eric Romero / PMSCS

O Programa ReFundação segue avançando em São Caetano do Sul. A iniciativa concentra série de ações estruturantes para um novo Bairro Fundação. E para garantir a sua execução, o prefeito José Auricchio Júnior tem conduzido reuniões periódicas com a sua equipe de governo, a mais recente delas nesta quarta-feira (23/3), no Palácio da Cerâmica.

Na ocasião, representantes do Consórcio Prosanear (Geometrica Engenharia de Projetos), responsável pelas intervenções de combate às enchentes constantes do Programa, apresentaram os avanços realizados sobre o projeto anunciado pela Prefeitura em dezembro de 2019.

Todas as intervenções previstas há pouco mais de dois anos estão mantidas, com destaque para a construção de dois piscinões, que terão capacidade de armazenamento de até 165 mil m³ de água.

Também será realizado o alteamento viário da Avenida do Estado; construído muro de contenção de 4 km em toda a extensão da margem da via; e o projeto de macrodrenagem em até 7 km, com a reforma e ampliação de todas as galerias para aumentar a vazão das águas pluviais.

“No Fundação está localizado o vértice do Rio Tamanduateí (com águas que vêm de Mauá e Santo André) com o Ribeirão dos Meninos (que, antes de chegar a São Caetano, recebe águas provenientes das cabeceiras de rios que passam por Diadema, São Bernardo e São Paulo). Os resultados são as enchentes. Um problema histórico do bairro, mas que estamos combatendo com muito trabalho, seriedade e verdade”, comentou o prefeito Auricchio.

Além de representantes do Consórcio, participaram da apresentação os secretários municipais de Governo, Jefferson Cirne da Costa; de Obras e Habitação, Iliomar Darronqui; de Mobilidade Urbana, Rodrigo Toscano, o superintendente do Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental), Marcelo Doval Mendes; e a diretora da Divisão Técnica do Saesa, Maria de Lourdes da Silva.

 

REFUNDAÇÃO

O Programa Refundação é o maior conjunto de ações da história do Bairro. Além do combate às enchentes, inclui intervenções em outros três eixos: operação urbana no Espaço Matarazzo; destinação da área localizada na esquina das ruas Heloísa Pamplona e Conde Francisco Matarazzo; e sustentabilidade e meio ambiente, incluindo o novo parque do Bairro Fundação, previsto para ser inaugurado ainda neste semestre. O investimento total previsto é de R$ 170 milhões.