Foto: Eric Romero

A Prefeitura de São Caetano iniciou nesta quarta-feira (18) a agenda de exames com o novo mamógrafo digital. É a segunda cidade do Brasil e a única do Estado a contar com este modelo de equipamento. Instalado no Cemedi (Centro Municipal de Diagnósticos por Imagem), anexo ao Complexo Hospitalar, é o que há de mais moderno e com recursos avançados, que permitem a realização de biópsias e agulhamento no próprio equipamento.

Além disso, é totalmente acessível com altura e ângulo de rotação ajustáveis, permitindo a realização de exames em pé ou para cadeirantes. “Usa tecnologia de ponta para o diagnóstico de câncer de mama, oferece mais precisão, agilidade e conforto durante o exame”, explicou o prefeito Tite Campanella durante vistoria ao novo equipamento.

O aparelho de última geração permite a realização de um exame a cada cinco minutos, baixa dose de radiação e capacidade de realizar esterotaxia e mamotomia (biópsias) e agulhamento. “Os diagnósticos serão mais precisos e menos invasivos no pós-operatório. O equipamento digital exige menor compressão, por isso causa menos desconforto para a paciente. As imagens são obtidas mais facilmente, sem necessidade de compressões mais fortes feitas no aparelho convencional”, explicou o secretário de Saúde, Danilo Sigolo.

A imagem digital também traz vantagens aos médicos na análise dos exames. A qualidade tem alta definição, oferecendo suporte ao diagnóstico que dará ao especialista a oportunidade de ampliar e detalhar as imagens com boa percepção em qualquer alteração na estrutura mamária. 

A mamografia é a melhor forma para se descobrir e prevenir o câncer de mama. É fundamental para a manutenção da saúde feminina, principalmente para mulheres com mais de 40 anos, e deve ser feito anualmente.

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de mama pode ser percebido em fases iniciais, na maioria dos casos, por meio dos seguintes sinais e sintomas: nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço ou saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos. Todos os sinais devem ser investigados por um médico para que seja avaliado o risco de se tratar de câncer.