Foto: Letícia Teixeira

O prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior, e a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone, inauguraram nesta sexta-feira (12/8), no Complexo Hospitalar de Clínicas, o Núcleo Municipal de Telemedicina. O local tem cinco consultórios virtuais que atendem sete especialidades: Cardiologia, Dermatologia, Endocrinologia, Neurologia, Otorrinolaringologia, Reumatologia e Vascular.

Com o novo serviço, a capacidade de atendimento nas sete especialidades será ampliada em 60%. “Serão cerca de mil consultas a mais por semana, totalizando 4 mil por mês. Vamos conseguir atender a demanda represada nestas especialidades, que está próxima a 12,2 mil consultas, em menos de quatro meses. A Telemedicina vai facilitar o acesso à Saúde, garantir atendimento e agilizar diagnósticos”, explicou o prefeito José Auricchio Júnior. 

O paciente vai presencialmente ao local e é acompanhado por equipe de enfermagem que realiza triagem, escaneia exames para que o médico analise e auxilia durante a consulta. Ao término, o paciente já recebe a impressão de encaminhamentos ou receitas. 

A empresa vencedora da licitação, Gestão Médica Inteligente, tem contrato de prestação de serviços no valor de R$ 243 mil ao mês e oferece o atendimento com 30 médicos especialistas, equipe de apoio administrativo, que atua no agendamento de consultas, e assistência administrativa.

“Nossa expectativa é ampliar o atendimento em outras especialidades, com médicos da nossa rede. Nunca imaginamos que chegaríamos a um serviço de consultas à distância. O teleatendimento ganhou forças na pandemia e veio para ficar, é um caminho sem volta. O atendimento continua sendo humanizado, com total atenção ao paciente. Uma enfermeira permanece na sala durante toda a consulta orientando e ajudando no que for preciso”, explicou a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.

Um programa piloto de consultas teve início no dia 1º de agosto e já realizou o agendamento de 596 consultas. “Estava aguardando atendimento de cardiologista há quase um ano. Me ligaram perguntando se eu gostaria de passar na consulta por Telemedicina. Eu vou operar catarata e precisava ser avaliada, fazer os exames  e pegar um laudo. Gostei muito do atendimento”, afirmou Ivanete Alves Nogueira, atendida no primeiro dia do projeto.

Lúcia Borges foi atendida pela médica vascular. “Gostei muito da experiência. A médica foi atenciosa e o atendimento entre triagem e consulta foi rápido”, destacou a moradora do Bairro Fundação, que procurou o atendimento com queixas de dormência nas pernas e já saiu do consultório com receita de medicamento e solicitação de exame.

Após a consulta, o paciente recebe a receita médica e os encaminhamentos para exames, caso seja necessário, que também são enviados pelo sistema direto à Central de Agendamentos para a marcação.