A Secretaria de Saúde realizou nos dias 29 e 30 de julho, o segundo mutirão de consultas especializadas do Saúde nos Bairros, ação que faz parte do Programa ProSaúde Fila Zero. A atividade ocorreu no Policlínico Gentil Rstom, no Bairro Nova Gerty, e realizou 386 atendimentos no período.

Entre os 700 agendamentos, 660 pessoas confirmaram as consultas, em 18 especialidades. “Trabalhamos para minimizar as demandas reprimidas em várias especialidades e envolvemos médicos em horários estendidos, abrindo unidades que não fazem parte do programa Saúde Hora Extra, para atender em horários alternativos, e precisamos contar com a participação das pessoas. Infelizmente, durante as ações no Policlínico, notamos um aumento no absenteísmo com 41,5% (274 pacientes) que faltaram nas consultas”, afirmou a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.

Foram atendidas as especialidades cirurgia cabeça e pescoço; cardiologia; cirurgia geral; cirurgia plástica; cirurgia vascular; dermatologia; endocrinologia; hematologia; nefrologia; neurologia; ortopedia; otorrino; urologia; odontologia clínica geral; odontologia bucomaxilo; odontologia periodontia; oftalmologia adulto e infantil, além dos trailers oftalmológico e odontológico.

Até dezembro será realizado um mutirão por bairro, nas unidades que têm maior demanda reprimida por consultas com especialistas. As consultas são previamente agendadas respeitando as prioridades de espera com cada especialista. A próxima unidade contemplada será a UBS Amélia Locatelli, no Bairro Santa Maria. O mutirão deve acontecer na última semana do mês de agosto.

OUTRAS AÇÕES

Em junho, teve início no CEM (Centro de Especialidades Médicas) o mutirão de consultas em ortopedia. Até dezembro, serão 5 mil atendimentos. A equipe está atendendo, todos os dias, consultas agendadas das 17h às 21h, e, até o momento, 71,5% da demanda já foi atendida.

Cirurgias ginecológicas, urológicas, geral, fisioterapias, além de consultas e cirurgias odontológicas, oftalmológicas e exames como endoscopias e colonoscopias estão sendo realizados.  “Nas cirurgias urológicas, já conseguimos atingir 32% da demanda. Assim como em cirurgias odontológicas e oftalmológicas, que atendemos respectivamente 31% e 31,2%”, afirmou Regina Maura.

PROSAÚDE FILA ZERO

Com o objetivo de diminuir a fila de espera e agilizar o atendimento a exames, consultas e cirurgias represadas pela pandemia, a Prefeitura de São Caetano do Sul lançou, no fim de junho, o Programa ProSaúde Fila Zero. Até dezembro, serão realizados  diversos mutirões de cirurgias e consultas, um novo serviço de Telemedicina e o Saúde nos Bairros, com agendamento de pacientes que aguardam por consultas de especialistas em cada unidade.