Foto: Eric Romero / PMSCS
Pesquisa divulgada pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) nesta semana mostra que São Caetano do Sul obteve saldo positivo de 905 empregos formais em fevereiro, o melhor resultado da série histórica para o mês desde 2011. Foram 4.266 admissões, contra 3.361 desligamentos. Com esse resultado, a cidade contabiliza 111.234 postos de trabalho com carteira assinada, tendo mais empregos formais que população economicamente ativa.

 

A Prefeitura tem se dedicado no combate ao coronavírus, mas sempre buscando minimizar o impacto da pandemia na economia da cidade, o que favorece este resultado. “Além de implantarmos série de medidas na tentativa de conter o avanço da covid-19, somos a cidade que mais vacina no Estado. Em outra frente, estimulamos novos negócios, que geram empregos para que os nossos moradores continuem tendo condições de colocar comida na mesa”, ressalta o prefeito Tite Campanella.

 

Desde o início de 2021 foram abertas 592 empresas, sendo 42% MEIs (microempreendedores individuais). Um novo cenário que ganha o estímulo da série de cursos de capacitação profissional e empresarial oferecidos pela Sedeti (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo, Tecnologia e Inovação). Além disso, a Prefeitura mantém o Portal do Emprego (portaldoemprego.saocaetanodosul.sp.gov.br), que oferece centenas de vagas e cadastro gratuito de currículos.

 

Todos os setores da economia de São Caetano apresentaram crescimento nos dados do Caged. O destaque é a Construção Civil, com a evolução de 3,10% (308 novos empregos). “Este é um setor que tem registrado crescimento significativo mesmo durante a pandemia, sendo ainda mais importante para a economia da cidade neste momento”, avalia o secretário da Sedeti, Fernando Trincado.