Foto: Letícia Teixeira / PMSCS

A Prefeitura de São Caetano do Sul alcançou uma economia de R$ 250 mil por mês (R$ 3 milhões por ano), com a substituição de 11.555 luminárias de vapor de sódio por LED em todos os pontos de iluminação da cidade. Além de mais econômicas, as novas lâmpadas são mais potentes, dando mais segurança e conforto aos moradores. O trabalho foi conduzido pela Sesurb (Secretaria de Serviços Urbanos).

Antes da troca, o custo da Prefeitura com as contas de iluminação era de cerca de R$ 750 mil mensais. Com a substituição para lâmpadas LED, a média caiu para R$ 180 mil.

“A substituição de todas as lâmpadas de vapor de sódio por LED proporciona ganho na qualidade da iluminação, traz mais segurança nas vias, potencializa a preservação do patrimônio histórico e cultural, protege o meio ambiente e estimula as atividades comerciais e de lazer no período noturno”, ressalta o prefeito Tite Campanella.

 

PARQUE LUMINOTÉCNICO

O novo parque luminotécnico de São Caetano traz impacto ambiental controlado e limitado, sem lâmpadas com componentes tóxicos (mercúrio), com redução no consumo de energia e sem desperdício.

“Visualmente, inclusive, representa o fim da poluição visual causada por fios, cabos e reatores. Aliás, São Caetano é o primeiro município do Brasil com 100% da iluminação pública de LED ”, destaca o secretário municipal de Serviços Urbanos, Iliomar Darronqui.